Sejam Todos Bem Vindos Ao Meu Blog

' Ah Momentos Na Vida Que Temos Que Acreditar... Acreditar Que Nada Mudou... Que Tudoo Nao éh Um Mero Sonho... A Vida Éh Feita De Desafios E Lutas Vence-las é Nossa Obrigaçao Como Seres Humanos...
Acreditar Nas Pessoas Por Mais Dificil Que Seje!!! Parece Impossivel... Sei Que Sim, Contudo Se Nao Dermos Um Voto De Confiança Viveremos Uma Vida Só E Amarga. O que Dizer Aos Que Sao Falsos; Hum!!! _Deixa Eu Ver_ Nada!!! Deixo-os Viver Com Suas Vidas Sem Signifacados... Tente Voce Fazer A diferença, se Sobrepor... Nao Deixe A vida Acredite Em Si MESMO... e Viva Uma vIda Intensa E Amorosamente... Ame E seje Amado!!!! Acredite A vida Nem Começou!!!"


[º-º]"Nem Tudo é Como Queremos e Sim Como Deve ser"[º-º].FELIZ COMO A TEMPOS NAO ESTAVA!!

[º-º]"Nem Tudo é Como Queremos e Sim Como Deve ser"[º-º].FELIZ COMO A TEMPOS NAO ESTAVA!!
CONTATOS : 05384342180 MSN : leandroguerrajag@gmail.com

Visitas No Meu Blog !!!!

sábado, 20 de fevereiro de 2010

Reforma Theatro Jaguarao

Teatro com 112 anos de história é restaurado

Projeto de recuperação do Theatro Esperança, o terceiro mais antigo do RS, conta com recursos do Iphan e da Prefeitura de Jaguarão
A história dos anos dourados do teatro no Rio Grande do Sul passa pelo município de Jaguarão. O Theatro Esperança, durante seus 112 anos de existência, foi palco de incontáveis peças, além de servir de espaço para projeções de cinema. Ele é o terceiro teatro mais antigo do Estado. Antes, vieram o Sete de Abril, de Pelotas, de 1831, e o Theatro São Pedro, em Porto Alegre, de 1858.

A casa de espetáculos, de arquitetura eclética, abriga 500 espectadores. Ao longo de sua história, recebeu atores profissionais e amadores, bailarinos, músicos, entre outros artistas, de diferentes estilos, além de expressivos grupos teatrais de Montevidéu, no Uruguai.

Desde janeiro, o prédio está passando por um processo de restauração. Segundo o diretor do Patrimônio Histórico Municipal, Alan Melo, nesta primeira etapa, são realizados trabalhos no telhado, na cobertura, além da recuperação da estrutura de madeira, incluindo camarotes, piso principal e pintura artística. Melo diz que a restauração conta com o apoio do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e da arquiteta Ana Meira.

Para o projeto arquitetônico, a administração de Jaguarão está investindo R$ 75 mil. "Nosso município integra o Programa de Aceleração do Crescimento das cidades históricas. E, por ter o seu Centro Histórico em processo de tombamento, ficou habilitado para receber recursos do governo federal por meio do Iphan", destaca o diretor do Patrimônio Histórico. O instituto liberou verba de mais de R$ 1,1 milhão para essa primeira etapa. A segunda está sendo elaborada.

O Theatro Esperança foi construído em 1897, pela iniciativa privada. Em 1990, foi tombado pelo governo do Estado e, em 1997, passou a fazer parte dos bens do município.

Nenhum comentário:

Postar um comentário